25/04/11

A REVOLUÇÃO DOS CRAVOS




GRÂNDOLA, VILA MORENA

Grândola, vila morena
terra da fraternidade
o povo é quem mais ordena
dentro de ti, ó cidade

dentro de ti, ó cidade
o povo é quem mais ordena
terra da fraternidade
Grândola, vila morena

em cada esquina um amigo
em cada rosto igualdade
Grândola, vila morena
terra da fratenidade

terra da fraternidade
Grândola, vila morena
em cada rosto igualdade 
o povo é quem mais ordena

á sombra duma azinheira
que ja nao sabia a idade
jurei ter por companheira
Grândola a tua vontade

Grândola a tua vontade
jurei ter por companheira
á sombra duma azinheira
que ja nao sabia a idade

Jose Afonso




enlace relacionado neste caderno
  * interpretación poética de Ana Hatherly
                                                      * e tamén